Photos

Photographer's Note

T-6 anos 80
135mm slids
Aero Clube de Pocos de Caldas MG

Conheça o North American T6


Tema:Esportes aéreos
Autor: Laert Gouvêa
Data: 12/3/2004

A história desde mito começa nos idos de 1937, quando o North American AT-6 venceu uma acirrada disputa entre os grandes fabricantes norte-americanos para o desenvolvimento de um novo treinador de combate para a Força Aérea. Originário do BT-9, que tinha um motor de 400hp e trem fixo, o projeto foi melhorado, ganhou um trem retrátil, um Pratt&Whitney “ Wasp” de 600hp e foi um sucesso absoluto. Recebeu a designação militar de AT-6 de “Advanced Treiner” (SNJ pela Marinha) e foi fabricado entre 1940 e 1954, sendo o último deles produzido no Canadá. O Brasil também chegou a fabricar 81 exemplares entre 1945 e 1952 em Lagoa Santa – MG, sob licença. No total 15.649 unidades foram fabricados no mundo.

Este avião foi largamente utilizado na guerra como treinador avançado, era o passaporte aos caças mais avançados como os P-47 e P-51. Entretanto, algumas unidades chegaram a se utilizar dele em combate para missões de ataque ao solo, observação e até escolta de bombardeiros, forçando-os aos combates aéreos.

A FAB se utilizou dos T-6 até a década de 70. Em 74 foram substituídos pelos “Universal T-25” nos vôos de instrução, e em 1976 a Esquadrilha da Fumaça aposentava as últimas unidades da Força Aérea. Atualmente a Extreme tem três destas maravilhas em seu elenco, o PT-KRC, o PT-LDQ, o PT-LDO. Mas já começou a restauração da Quarta aeronave, o PT-KVG, que promete ser próximo NA T-6 a participar das coreografias nos céus.

É um monomotor de asa baixa, trem retrátil, com uma robusta fuselagem semi-monocoque em tubos de aço soldados revestidos com painéis de alumínio, facilmente removíveis para manutenção. As asas também metálicas, acomodam dois tanques de combustível (um de cada lado) com 55 galões de capacidade cada um.

Sob elas atuam os flaps hidraulicos tipo “split”, com deflexão de até 45°. As superfícies de comando são enteladas e comandadas através de cabos. O canopy deslizante dá um charme bem especial a esse conjunto.

O grupo motopropulsor é movido por um Pratt&Whitney radial R-1340-Na-1, de nove cilindros que desenvolvem 600hp. A hélice é uma Hamilton-Standart bipá metálica, de velocidade constante.

As aeronaves da Extreme mantém suas características originais, só dispoem a mais de um reservatório de óleo com cerca de 90lts, localizado atrás do banco do passageiro, para alimentação do sistema de geração de fumaça. Este funciona de maneira simples, com um bomba elétrica injetando o óleo na saída do escapamento, que ao queimar deixa o rastro de fumaça.

Quem voa em um North American jamais esquece. Os que já voam o elegeram um dos melhores treinadores militares do mundo, com uma excepcional qualidade de vôo. E aqueles que voam pela primeira vez, têm a impressão de estar voando em um autêntico “Cadilac alado”.

Ficha Técnica

Motor: Pratt&Whitney R-985 – NA-14
Potência: 450 HP na decolagem
Hélice:
Comprimento: 10.7m
Envergadura: 15.14m
Altura: 2.84m
Área de asa:
Peso vazio: 2.576 Kg
Combustível: AVGAS
Peso máximo de decolagem: 4.490 Kg
Velocidade máxima
Velocidade de cruzeiro (55%)
Velocidade de cruzeiro (75%)
Alcance máximo (com reserva): 2.460 Km
Teto de serviço: 6.520 m
Distância de decolagem (nível do mar )
Distância de aterragem ( nível do mar )

The T-6 Texan was a single-engine advanced trainer aircraft designed by North American Aviation, used to train fighter pilots of the United States Army Air Forces, United States Navy, Royal Air Force and other air forces of the British Commonwealth during World War II. The T-6 is known by a variety of designations depending on the model and operating air force. The USAAC called it the "AT-6", the US Navy, the "SNJ", and British Commonwealth air forces, the Harvard. It remains a popular warbird aircraft.

http://br.youtube.com/watch?v=yZHa9iZYwYA

nivaldo, lucasgalodoido, celmaleite, cfreire has marked this note useful

Photo Information
Viewed: 3175
Points: 14
Discussions
  • None
Additional Photos by Ralf Lundgren (bucanas) Gold Star Critiquer/Gold Note Writer [C: 537 W: 6 N: 133] (2218)
View More Pictures
explore TREKEARTH