Photos

Photographer's Note

Estava a passear com os meus cães quando me deparei com este tunel ou passagem.E gostei do efeito que as árvores fazem.Espero que gostem e para acompanhar esta fotografia quero presentiar-vos com um poema de uma grande poeta portuguesa que já faleceu.Espero que gostem.Titula-se por :

Árvores do Alentejo

Horas mortas... Curvada aos pés do Monte
A planície é um brasido e, torturadas,
As árvores sangrentas, revoltadas,
Gritam a Deus a benção duma fonte!

E quando, manhã alta, o sol posponte
A oiro a giesta, a arder, pelas estradas,
Esfíngicas, recortam desgrenhadas
Os trágicos perfis no horizonte!

Árvores! Corações, almas que choram,
Almas iguais à minha, almas que imploram
Em vão remédio para tanta mágoa!

Árvores! Não choreis! Olhai e vede:
--- Também ando a gritar, morta de sede,
Pedindo a Deus a minha gota de água!

Florbela Espanca

Photo Information
  • Copyright: sandra silva (sandrasilva) Gold Star Critiquer/Gold Star Workshop Editor/Gold Note Writer [C: 172 W: 52 N: 133] (644)
  • Genre: Places
  • Medium: Color
  • Date Taken: 2006-01-10
  • Categories: Nature
  • Exposure: f/2.8, 1/40 seconds
  • More Photo Info: view
  • Photo Version: Original Version, Workshop
  • Date Submitted: 2006-01-10 13:07
Viewed: 3684
Points: 111
Discussions
Additional Photos by sandra silva (sandrasilva) Gold Star Critiquer/Gold Star Workshop Editor/Gold Note Writer [C: 172 W: 52 N: 133] (644)
View More Pictures
explore TREKEARTH